Giselle Sato
A inspiração é o encontro perfeito das palavras e a imaginação. Aventure-se.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Inicio a prática, procuro uma posição menos dolorosa, inspiro e expiro profundamente. Começo pelo Body Scan que nada mais é que uma varredura pelo corpo: meus pés doem bastante, o tornozelo esquerdo um pouco menos, o joelho está bem dolorido. 
Expiro, passo pela perna e paro no quadril, a dor muito leve quase me faz suspirar aliviada. Ouço os sons da sala, alguém respira fundo e minhas costelas doem, uma dor intensa, desagradável, irritante. Respiro, respiro de novo e mais uma vez. A raiva se foi. A dor permaneceu. 

Sinto as costelas, elas queimam e essa é a pior parte. Respiro fundo, uma, duas e três vezes. Foco na respiração, o ar frio me agrada. É muito leve.
Ouço o barulho do ar condicionado, a buzina de algum carro na rua, as costelas incomodam; me perco pensando que preciso marcar uma consulta com o dentista, percebo que estou divagando e retorno à prática.

Respiro, as costelas doem, respiro outra vez, um som me chama a atenção. Vou distinguindo cada ruído. Identifico. Percebo as diferenças. 
Uma pessoa está bocejando ao lado. 
Respiro algumas vezes, os ponteiros do relógio marcam os minutos, alguém tosse, o ar condicionado faz um rangido abafado, permaneço naquele som até que a voz do instrutor encerra a prática. 

Permaneci 40 minutos sentada em uma cadeira comum, sem necessidade de fazer pausas e me sinto vitoriosa. Não penso na dor, por alguns instantes ela ficou pra trás e eu segui em frente, isto no momento me basta.
GiselleSato
Enviado por GiselleSato em 05/10/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

A Pequena Bailarina
Assassinos S/A II
BECO DO CRIME
Meninas Malvadas
POETRIX
Trilhas da imensidão- Contos de Terro...
Site do Escritor criado por Recanto das Letras