Giselle Sato
A inspiração é o encontro perfeito das palavras e a imaginação. Aventure-se.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Travei quando me abaixei para pegar a carteira que deixei cair no chão de uma lanchonete, na boca do caixa e com uma fila que não parava de crescer. Fiquei algum tempo tentando levantar o tronco que parecia pesar uma tonelada, as pessoas queriam ajudar, mas como puxar pelo braço sem me machucar? o ombro também não anda lá grande coisa, tiveram que esperar até eu conseguir me levantar sozinha.

Esta situação não é novidade, especialmente se abuso um pouquinho, desta vez a culpa foi do metrô que trancou os elevadores para deficientes, não havia nenhum funcionário disponível e precisei subir e descer muitos degraus. Na hora pensei na situação de um cadeirante, de um idoso, de uma mãe com o carrinho de bebê…

Me impressiona o quanto as pessoas podem ignorar uma pessoa com uma bengala parada em frente às cadeiras reservadas, se não fossem as mulheres, quanto orgulho!, teria feito toda a viagem em pé.
Uns fingem cochilar, outros mexem no celular, mas a grande maioria finge que somos invisíveis, no contexto atual, talvez sejamos.
GiselleSato
Enviado por GiselleSato em 22/10/2017
Alterado em 19/11/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

A Pequena Bailarina
Assassinos S/A II
BECO DO CRIME
Meninas Malvadas
POETRIX
Trilhas da imensidão- Contos de Terro...
Site do Escritor criado por Recanto das Letras